Notícias do mundo musical

por Redação CONCERTO 01/06/2018

Cláudio Cruz é o novo regente do Theatro Municipal do Rio

O maestro Cláudio Cruz foi nomeado o novo regente titular da Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal do Rio de Janeiro e membro do Colegiado Artístico da instituição. Ele assumiu o posto no lugar de Tobias Volkmann, que foi exonerado após comunicar publicamente pela imprensa sua decisão de deixar o colegiado por conta de divergências com relação aos caminhos artísticos e de gestão.

Cláudio Cruz, que foi spalla da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo, é regente titular e diretor musical da Orquestra Jovem do Estado de São Paulo e primeiro violino do Quarteto de Cordas Carlos Gomes. Foi diretor musical da Orquestra de Câmara Villa-Lobos e regente titular das Sinfônicas de Ribeirão Preto e de Campinas.

A troca de maestros aconteceu após algumas polêmicas marcarem o cotidiano do teatro, no fim da temporada de Um baile de máscaras, de Verdi. Desentendimentos com relação a gastos da produção levaram o secretário de estado da Cultura Leandro Monteiro a suspender a verba a ser repassada para o Municipal, impedindo a realização de espetáculos já programados, como O juízo final, versão encenada do Réquiem de Verdi, que subiria ao palco em maio. Até o fechamento desta edição, o teatro ainda não havia anunciado sua agenda para junho.

 

Seminário do Projeto Guri discute diálogo pela música

A associação Amigos do Guri e a Jeunesses Musicales International, da Bélgica, maior ONG musical do mundo, promovem em junho o seminário “For All: Juventude e Conexões Musicais”. O evento acontece entre os dias 25 e 27, no Museu de Arte de São Paulo, com debates e um show do Ethno Brazil. “Em uma época de intolerância crescente, nós acreditamos que a música deve ser usada para estabelecer conexões. O seminário mostrará programas e projetos musicais já existentes no Brasil e no exterior, que promovem o empreendedorismo jovem e reconhecem a música como uma importante ferramenta para conectar diferentes estilos musicais, grupos sociais, bagagens culturais e faixas etárias”, diz a apresentação.

Entre os participantes, estão o pianista Ricardo Castro, a musicista Laura Hassler (fundadora da ONG Músicos sem fronteira), os produtores Jacques Figueras e Janek Gwizdala, a cantora Manu Cavalaro, o educador Carlos Kater, o contrabaixista e compositor Jon Deak (da Filarmônica de Nova York), Wojciech Walczak (diretor da Orquestra Juvenil Polonesa), a violinista cubana Jacqueline Jove, a pedagoga Claudia Souto, Beth Beli (do grupo Ilú Obá de Min) e a cantora e compositora Djuena Tikuna. As inscrições podem ser feitas pelo site do seminário.

 

TV e Rádio Cultura FM

Confira os destaques de junho

TV CULTURA
Clássicos
. Ao longo do mês, em homenagem à Copa do Mundo, a programação destaca a música russa
Dia 2: Sinfônica Estatal Russa, Terje Mikkelsen; obras de Rachmaninov e Tchaikovsky
Dia 9: Osesp, Vassily Sinaisky; obras de Tchaikovsky e Prokofiev
Dia 16: Bachiana Filarmônica Sesi-SP, João Carlos Martins; obras de Tchaikovsky e Mozart
Dia 23: Orquestra Sinfônica Heliópolis, Isaac Karabtchevsky; obras de Tchaikovsky e Dvorák [Sábados, 22h]

RÁDIO CULTURA FM
Concerto de verão da Filarmônica de Viena

[Sábado, dia 9, às 18h] Gravação ao vivo realizada no jardim do Palácio Schönbrunn, com participação da soprano Anna Netrebko e regência de Valery Gergiev. Apresentação de Jamil Maluf.
Encontro com o maestro [Segundas, às 22h; reapresentação aos domingos, às 10h] João Maurício Galindo apresenta série didática, tratando de temas como contraponto, harmonia, escalas e ritmo, a partir de exemplos musicais.
Intermezzo [Sábados, às 9h] Com apresentação de Cynthia Gusmão, é um espaço com temática livre, com os highlights da rádio e uma síntese dos tesouros do acervo da Cultura FM

 

Soprano argentina Maria Rivarola vence o Concurso Maria Callas

A soprano argentina María Belén Rivarola foi a vencedora da categoria feminina da 16ª edição do Concurso Brasileiro de Canto Maria Callas, realizado entre os dias 7 e 15 de abril. A também soprano Laura Duarte ficou com o 2º Grande Prêmio e o Prêmio Especial do Público; Jessica Leão, com o 3º Grande Prêmio e o Prêmio Festival Ópera de Manaus. Entre os homens não foi conferido o primeiro grande prêmio e os demais vencedores foram os barítonos Willian Donizetti (2º Grande Prêmio) e Erick Souza (3º Grande Prêmio). Ainda foram ganhadores de bolsas de estudos na Itália o tenor Rafael Stein e a soprano Giulia Moura, que também conquistou o Prêmio da Sociedade de Cultura Artística, com uma passagem aérea para a Itália, um curso de idiomas e aulas de técnica vocal e repertório com um professor de canto. O concurso contou com 113 inscritos, vindos de cinco países sul-americanos. O júri foi composto pelos cantores Ernesto Palacio e Sophie Koch e também por Sabino Lenoci, Richard Martet e José Velasco Guerrero. A direção geral e artística foi do idealizador do concurso, Paulo Ésper.

 

Banco do Brasil e João Carlos Martins lançam o projeto ‘Orquestrando o Brasil’

A Fundação Banco do Brasil, a Fundação Eleazar de Carvalho e o maestro João Carlos Martins lançaram em maio o projeto “Orquestrando o Brasil”. Trata-se de uma expansão para todo país do “Orquestrando São Paulo”, projeto que, com patrocínio do Sesi, busca mobilizar e organizar grupos musicais e regentes do interior do estado, para a formação de uma grande rede de orquestras sinfônicas.

O “Orquestrando o Brasil” contará com um investimento inicial de R$ 1,6 milhão e priorizará os atendimentos a grupos musicais de municípios carentes. No anúncio do projeto, o presidente do Banco do Brasil, Paulo Caffarelli, reforçou o compromisso da instituição com a promoção e inclusão cultural.

Por meio de um portal na internet, o “Orquestrando o Brasil” irá identificar e conectar músicos e atividades, criando um ponto de convergência. O portal promoverá e disseminará conteúdos para regentes e músicos, além de proporcionar a constituição de redes para troca de experiências e intercâmbios. “É unificar esforços para fazer uma coisa boa, positiva, que aumente a autoestima da comunidade”, explicou José Roberto Walker, diretor da Fundação Educacional, Cultural e Artística Eleazar de Carvalho.

O maestro João Carlos Martins falou do grande apelo do Orquestrando nas cidades do interior, e da emoção das pessoas que travam contato com o programa: “São multidões! Já temos 67 formações orquestrais em São Paulo. E agora, com o apoio do Banco do Brasil, vamos fazer orquestras no país inteiro”, afirmou.

 

Fundação Magda Tagliaferro e Cultura Artística criam instituto

A Fundação Magda Tagliaferro, que ao longo de sua história formou grandes pianistas, e a Sociedade de Cultura Artística, reconhecida entidade promotora de concertos, uniram-se para criar o Instituto Magda Tagliaferro. A nova entidade, que deverá ser lançado no segundo semestre, fará a gestão do acervo histórico da pianista e cuidará das atividades educativas da Sociedade Cultura Artística, que incluem o tradicional programa de bolsas de estudo. As iniciativas se dividem em dois grupos: um voltado para jovens músicos – como o programa de bolsas, master classes e aulas públicas –, e outro pensado para a comunidade, como a venda de ingressos promocionais, concertos gratuitos e palestras.

O programa de Bolsas de Estudo Magda Tagliaferro, que atualmente atende 12 músicos, seleciona jovens para receberem aulas particulares com renomados professores, aulas de idiomas, apoio para participação em festivais e concursos no Brasil e no exterior. O programa revelou grandes instrumentistas, como o pianista Lucas Thomazinho, que recentemente venceu a 18ª edição da Santa Cecilia International Competition, em Portugal, e o violinista Guido Sant’Anna, de 12 anos, que foi finalista na categoria júnior do Menuhin Competition, uma das mais importantes do mundo (leia mais sobre Guido Sant’Anna na página 52).
Com a criação do instituto, que se torna o braço educativo da Cultura Artística, a antiga fundação será extinta.

 

Festival de Londrina abre inscrições

Já estão abertas as inscrições para a 38ª edição do Festival Internacional de Música de Londrina, que será realizado entre os dias 16 e 28 de julho. Com direção artística do pianista Marco Antonio de Almeida e direção pedagógica de Magali Kleber, o evento é um dos mais tradicionais dedicados à formação no país. A programação inclui, além de aulas e concertos, simpósios sobre educação musical. Mais informações no site www.fml.com.br.

 

Festival de Campos do Jordão começa dia 30

O 49º Festival Internacional de Inverno de Campos do Jordão será aberto no dia 30 de junho com a apresentação da Osesp no Auditório Cláudio Santoro. Sob regência da titular Marin Alsop, a orquestra apresentará obras de Richard Strauss, Debussy e Ravel. O Festival de Inverno seguirá até o dia 29 de julho. Para a parte pedagógica, estão confirmados importantes professores de instituições internacionais, como o violinista Luiz Fílip (Filarmônica de Berlim), o contrabaixista Graham Mitchell (RAM – Royal Academy of Music), o flautista Eyal Win-Habar (Buchman-Mehta School), o oboísta Washington Barella (Universidade de Artes de Berlim), o clarinetista Marc van der Wiel (RAM), o fagotista Afonso Venturieri (Orquestra Suisse Romande), a trompista Katy Wooley (RAM), o violonista Fabio Zanon (RAM) e o pianista Arnaldo Cohen (Universidade de Indiana). Como em anos anteriores, o festival terá uma agenda de concertos em Campos do Jordão e na Sala São Paulo.