Orquestra Jovem do Estado recupera peça de Villa-Lobos em estreia da temporada

por Redação CONCERTO 08/03/2018

Escrita nos anos 1920, a peça O martírio dos insetos, de Villa-Lobos, nasceu como uma partitura para violino e orquestra mas, décadas mais tarde, entrou para o repertório em sua versão para violino e piano. O público de São Paulo terá a oportunidade, no entanto, de ouvi-la em sua forma original no concerto de abertura da temporada 2018 da Orquestra Jovem do Estado de São Paulo, no dia 11, na Sala São Paulo (o mesmo programa será apresentado um dia antes, no Teatro Paulo Machado de Carvalho, de São Bernardo do Campo). A regência e os solos serão do diretor o grupo, o maestro e violinista Claudio Cruz.


Orquestra Jovem do Estado [Divulgação / Adriana Elias]

O programa se completa com a Sinfonia nº 4 – Romântica de Bruckner, compositor que, como Mahler, ajudou a resumir e repensar a forma sinfônica, simbolizando a produção musical da passagem do século XIX para o século XX.

[Veja mais no Roteiro Musical]