Orquestra juvenil da Bahia faz concerto na Sala São Paulo

por Redação CONCERTO 20/07/2017

A Orquestra Juvenil da Bahia celebra neste sábado, com concerto na Sala São Paulo, os dez anos do Neojiba, projeto de formação musical sediado em Salvador, na Bahia. A apresentação, que integra a programação do Festival de Inverno de Campos do Jordão, conta com a presença do maestro e pianista Ricardo Castro.

A inspiração para o Neojiba foi o El Sistema, projeto venezuelano que espalhou pelo país orquestras sinfônicas, entendendo a prática musical como exercício de cidadania e transformação social. Os mesmos valores foram incorporados na Bahia por Castro, que entendeu desde cedo como o ensino coletivo e a atividade orquestral poderiam ser também ponto de partida para uma discussão a respeito dos sentidos possíveis da música em uma sociedade.

O Neojiba hoje beneficia, direta ou indiretamente, cerca de 4.300 crianças, adolescentes e jovens, a maioria em situação de vulnerabilidade social. A estrutura conta com um núcleo de gestão e formação profissional, localizado em Salvador, e onze núcleos de prática musical, sediados em quatro municípios do estado, além da presença em dez bairros da capital baiana e de projetos específicos em outros 36 municípios. Os integrantes têm entre 4 e 29 anos, sendo que a maioria está na faixa entre 4 e 17 anos; 85% se autodeclaram pardos ou negros; 74% das famílias contam com renda de até dois salários mínimos, estando aptas a receber benefícios dos governos federal, estadual ou municipal.

[Veja mais no Roteiro Musical]