Temporadas já anunciadas oferecem rica oferta  

por Redação CONCERTO 01/01/2019

Importantes orquestras e entidades promotoras em todo o Brasil seguem com vendas de assinaturas

Com o tema Futuros do Passado, a temporada da Osesp começa em março. Entre os artistas convidados estão estrelas como o violoncelista Pieter Wispelwey, o barítono Paulo Szot (artista em residência), a contralto e maestrina Nathalie Stutzmann (que rege a Paixão segundo São João, de Bach), o oboísta e maestro Heinz Holliger, o violinista e regente Thomas Zehetmair, o pianista Kirill Gerstein, o violinista Augustin Hadelich e o violoncelista Antonio Meneses (que estreia o Concerto para violoncelo de Marlos Nobre). Durante a temporada, serão apresentadas peças como as sinfonias de Schumann orquestradas por Mahler, de quem a orquestra encerra um ciclo integral, tocando as Sinfonias nº 4 e nº 8. O chinês Huang Ruo será o compositor visitante. E Marin Alsop se despede do posto de diretora musical e regente titular em dezembro, com a Nona sinfonia de Beethoven. Ingressos avulsos estão disponíveis para qualquer concerto a partir de 21 de janeiro, pelo telefone (11) 3777-9721, site www.osesp.art.br e Bilheteria da Sala São Paulo. A agenda também celebra os 20 anos da Sala São Paulo e os 50 anos do Festival de Inverno de Campos do Jordão.

A Cultura Artística, por sua vez, terá dez atrações. Na música de câmara, apresenta-se o duo formado por Antonio Meneses e Cristian Budu, o duo de pianistas Alessio Bax e Lucille Chung, a Orquestra de Câmara da Irlanda (com o maestro e compositor Jörg Widmann), o pianista Alexandre Tharaud, o Quarteto Ebène, a mezzo soprano Joyce DiDonato e o grupo Il Pomo d’Oro e o pianista Nelson Freire. A série conta ainda com três orquestras: a Sinfônica da Antuérpia (com regência de Robert Trevino), a Sinfônica de Beijing (com o maestro Li Biao) e a Sinfônica de Montreal (com Kent Nagano). Ainda é possível adquirir assinaturas; mais informações podem ser obtidas pelo telefone (11) 3256-0223 ou pelo site www.culturaartistica.com.br. A Cultura Artística também oferece assinaturas para sua série de violão no MuBe, que vai contar com artistas como Zoran Dukic, Sharon Isbin e os irmãos brasileiros do Duo Assad.

O Mozarteum Brasileiro segue, em 2019, com uma programação dividida entre São Paulo e o sul da Bahia, onde a entidade realiza os festivais Música em Trancoso e Canto em Trancoso, com forte caráter pedagógico. Na série da Sala São Paulo, os destaques são a estreia brasileira da mezzo soprano Elina Garanca, que se apresenta com a Orquestra Acadêmica Mozarteum Brasileiro, e a volta ao país do grande violoncelista Mischa Maisky. Mais informações sobre vendas de ingressos (não estão disponíveis assinaturas) encontram-se no site www.mozarteum.org.br.

Pela primeira vez, a Orquestra Jovem do Estado de São Paulo fará um plano de assinaturas para sua temporada na Sala São Paulo, que comemora os 40 anos do grupo com grandes convidados e um repertório centrado especialmente na passagem do século XIX para o século XX. Entre os artistas, estão músicos como Fabio Mechetti, Bruno Mantovani e o Quarteto Carlos Gomes, que abre a  programação em 24 de fevereiro (leia mais na página 49). Um dos programas mais aguardados é uma homenagem aos 100 anos de Claudio Santoro. A venda de assinaturas vai até o dia 9 de fevereiro (informações no site www.emesp.org.br).

Luis Otavio Santos, Tobias Volkmann, Laurence Gay, Ricardo Kanji e Cristian Budu são alguns dos convidados da temporada da Orquestra Sinfônica da USP, que começa em 23 e 24 de fevereiro (leia mais na página 48). Este será o primeiro ano do grupo sob a direção do fagotista Fabio Cury, que pretende aproximar a orquestra e o público dos artistas que fazem parte dos quadros da USP. A Osusp também vai inaugurar este ano seu órgão Grenzig na Catedral Evangélica, em concerto que contará com a regência de Valentina Peleggi e a participação de José de Aquino ao órgão.

Na série de concertos internacionais da Tucca, o destaque é a presença do maestro britânico John Eliot Gardiner e de dois grupos por ele criados – The English Baroque Soloists e o Monteverdi Choir. O ano tem ainda o pianista britânico Paul Lewis com os músicos participantes do Festival Ilumina, a Filarmônica Jovem de Boston com o maestro Benjamin Zander e o bandolinista Avi Avital com a orquestra L’Arte del Mondo, além de atrações de jazz: Anat Cohen, Joshua Redman, Jil Aigrot e a Duke Ellington Orchestra. A Tucca disponibiliza mais informações sobre assinaturas no telefone (11) 2344-1051 ou pelo site www.tucca.org.br

Em Belo Horizonte, a Orquestra Filarmônica de Minas Gerais terá, em 2019, 33 programas diferentes na Sala Minas Gerais. Sob direção artística de Fabio Mechetti, a orquestra vai homenagear compositores como Claudio Santoro, Villa-Lobos, Almeida Prado, Marlos Nobre e Berlioz, recebendo como convidados músicos como os violinistas Michael Barenboim e Pinchas Zukerman. Mais informações sobre a temporada e a venda de assinaturas, que vai até o dia 26 de janeiro, podem ser encontradas no site www.filarmonica.art.br ou pelo telefone (31) 3219-9009.

A Camerata Sesi de Vitória também já anunciou sua temporada, sob o comando de Leonardo David. Além de contar com convidados como Cláudio Cruz e Fabio Martino, o grupo participa do Festival Sesi de Música Clássica e de um festival de ópera que terá uma produção de Tosca, de Puccini. 

Alexandre Tharaud [Divulgação / Marco Borggreve] e Elina Garanca [Divulgação / Harald Hoffmann / DG]
Alexandre Tharaud [Divulgação / Marco Borggreve] e Elina Garanca [Divulgação / Harald Hoffmann / DG]