Sinfônica de Campinas lança temporada comemorativa dos 90 anos

por Redação CONCERTO 15/03/2019

Em coletiva de imprensa realizada ontem, em Campinas, com a presença do prefeito Jonas Donizette, a Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas apresentou a sua temporada 2019, comemorativa dos 90 anos de sua fundação. “O momento é especial para a Orquestra Sinfônica de Campinas, que é uma das grandes orquestras brasileiras. É um momento de resgate de uma história de 90 anos, que coloca a orquestra como destaque no cenário nacional”, afirmou o Secretário da Cultura Ney Carrasco em um vídeo exibido antes da coletiva – Carrasco não pode estar presente em razão de problemas de saúde. “É um momento especial também, já que a orquestra foi tombada pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Cultural como patrimônio imaterial de Campinas”, disse.

O prefeito Jonas Donizette falou da necessidade e do desafio de manter uma orquestra por noventa anos. “A Orquestra Sinfônica de Campinas é um símbolo que a população identifica. Ela reafirma a importância da cidade de Campinas como força regional”, declarou. 

O maestro Victor Hugo Toro, diretor artístico e regente titular da orquestra desde 2011, por sua vez, falou que a orquestra está programando uma celebração de 90 anos inesquecível. “Queremos olhar para o passado, para tudo o que tem sido construído nestes noventa anos, e assim pensar e imaginar o que pode ser o futuro, redefinir o espaço da orquestra na sociedade atual, fazê-la cada vez mais atuante e viva”, afirmou. 

Na sequência, Toro enumerou diversas ações que serão realizadas para marcar o aniversário da orquestra, como exposições, construção de um acervo histórico, parcerias com rádios e TV, lançamento de uma moeda comemorativa, elaboração de um livro e a realização de um concurso de composição. 

Em relação à temporada, Toro destacou que a orquestra realizará 13 programas, a serem apresentados sábados e domingos no Teatro Castro Mendes, “com importantes maestros e solistas convidados e grandes obras do repertorio sinfônico nacional e internacional” e homenagens a Claudio Santoro e Heitor Villa-Lobos. 

Em julho a orquestra se apresentará no Festival de Inverno de Campos do Jordão. Em agosto, será repetida a parceria com o Laboratório de Piano da USP, desta vez apresentando a integral da obra para piano e orquestra de Mendelssohn e Schumann. E, no fim do ano, a orquestra fará duas apresentações do Réquiem de Mozart para lembrar o primeiro aniversário da tragédia ocorrida na Catedral de Campinas.

A Sinfônica de Campinas também promoverá séries de concertos didáticos assim como também programas especiais de sua história – como a lembrança dos 35 anos da participação da Sinfônica nos comícios das “diretas já”, em 1984.

A abertura da temporada 2019 da Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas acontece nesta sexta-feira e sábado, com a apresentação concertante da ópera Cavalleria Rusticana [leia mais aqui].

[Clique aqui e consulte mais detalhes sobre a temporada 2019 da Orquestra Sinfônica de Campinas.]
 

O maestro Victor Hugo Toro e o prefeito de Campinas, Jonas Donizette [Revista CONCERTO]
Maestro Victor Hugo Toro e o prefeito de Campinas, Jonas Donizette [Revista CONCERTO]