Quarteto Carlos Gomes é solista da Orquestra Jovem do Estado na Sala São Paulo

por Redação CONCERTO 22/02/2019

A Orquestra Jovem do Estado abre sua temporada 2019 no domingo, dia 24 de fevereiro, ao lado do Quarteto Carlos Gomes, sob a regência de Cláudio Cruz, que é também líder do conjunto de cordas. A primeira parte do programa traz duas obras raras e interessantes. Primeiro, Introdução e allegro para cordas, em que Elgar une um quarteto a um naipe de cordas. Em seguida, será apresentado Young Apollo, de Britten. A peça foi escrita em 1939, para orquestra, quarteto e piano. Após algumas apresentações, no entanto, o compositor retirou a peça de seu catálogo, que só voltaria a ser tocada nos anos 1980. No concerto da Orquestra Jovem, o pianista será Nahim Marun.

A apresentação conta ainda com outra peça de Britten, Uma abertura americana, e com a Sinfonietta, de Janácek.

Referência pelo plano pedagógico e cuidadosa curadoria, a Orquestra Jovem do Estado é reconhecida por sua excelência musical. O grupo, que este ano comemora 40 anos, já marcou presença em salas renomadas, como o Lincoln Center, em Nova York, o Kennedy Center, em Washington e a Konzerthaus, em Berlim. Participou também como orquestra residente do Festival Berlioz, na cidade natal do compositor francês, La Côte-Saint-André, interpretando a Sinfonia fantástica de Hector Berlioz.

Formado por Cláudio Cruz, Gabriel Marin, Adonhiran Reis e Alceu Reis, o Quarteto Carlos Gomes trabalha na divulgação da música brasileira, latino-americana e contemporânea, através da música de câmara. O grupo ainda realiza um constante trabalho de pesquisa junto a bibliotecas e museus sobre material nunca gravado e muitas vezes nunca executado.

Clique aqui e veja os detalhes no Roteiro do Site CONCERTO.

Orquestra Jovem do Estado [Divulgação]
Orquestra Jovem do Estado [Divulgação]