Polos do Projeto Guri podem fechar por conta de redução de verbas

por Redação CONCERTO 30/03/2019

O contingenciamento de verbas do orçamento da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo começa a atingir o meio musical. A Associação Amigos do Projeto Guri, organização social responsável pela gestão do projeto no interior e no litoral de São Paulo, comunicou hoje a parte de seus funcionários a possibilidade de fechamento de polos de atuação.

A associação tratou em nota da questão. “Até o momento, a Amigos do Guri, responsável pela administração dos polos do Projeto Guri no interior e litoral do Estado, não obteve da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo, nossa principal mantenedora, a confirmação de que iremos receber os recursos que seriam necessários à manutenção de atual rede de atendimento. Estudo preliminar indica a necessidade de um possível fechamento de polos do interior e litoral, cujos funcionários entraram em aviso prévio hoje. O Projeto Guri segue em negociação com a Secretaria para reverter essa situação.”

Questionada, a entidade não informou quantos funcionários serão demitidos e quantos polos podem ser fechados pois, como as negociações seguem em curso, “não temos autorização para enviar nenhuma outra informação até que haja um desfecho desta conversa”. O Guri do Estado, projeto de inserção social ligado à formação musical, tem atualmente 340 polos no interior e no litoral (os polos da capital são geridos por outra organização social, a Santa Marcelina Cultura), atendendo cerca de 50 mil alunos entre 6 e 18 anos de idade. Nas redes sociais, professores do projeto falam na estimativa de fechamento de cerca de 130 polos.

O contingenciamento de verbas na Secretaria de Cultura e Economia Criativa é de R$ 148 milhões, o que equivale a 23% do orçamento previsto para a cultura, que por sua vez representa 0,3% do orçamento estadual em 2019. 

Em nota, a secretaria ressalta que não existe nenhuma pretensão de encerrar as atividades do Guri e afirma que “o impacto do contingenciamento nos programas, instituições e ações da Secretaria de Cultura e Economia Criativa está sendo avaliado”. “As metas são minimizar as consequências e buscar mais eficiência e mais eficácia. Estamos fazendo reuniões individuais com cada uma das 18 organizações sociais, incluindo as gestoras do Projeto Guri, para definir as prioridades e os ajustes necessários. Trata-se de um imperativo da realidade orçamentária do Estado”.

 

Projeto Guri [Reprodução]