Filarmônica de Minas volta ao Rio para concerto com Arnaldo Cohen

por Redação CONCERTO 07/12/2018

Em 2007, ano de sua fundação, a Orquestra Filarmônica de Minas Gerais deixou seu estado natal pela primeira vez para realizar um concerto na Sala Cecília Meireles, no Rio de Janeiro, com regência de seu diretor artístico Fabio Mechetti e solos do pianista Arnaldo Cohen, integrando a agenda da Folle Journèe.

Onze anos depois, o grupo, já consolidado como um dos mais importantes projetos musicais do país, volta ao Rio (agora, no Theatro Municipal do Rio, neste sábado, dia 8), mais uma vez com Mechetti e Cohen. O pianista, que ao longo de 2018 está comemorando seus 70 anos, vai interpretar o Concerto nº 3 de Beethoven, com o qual venceu, em 1972, o prestigiado Concurso Busoni, na Itália.

O programa se completa com uma especialidade da filarmônica: os Quadros de uma exposição, de Mussorgsky, na menos conhecida orquestração feita pelo compositor brasileiro Francisco Mignone. Os músicos interpretam ainda a música de balé da ópera Fausto, de Gounod, em homenagem aos seus 200 anos de nascimento.

Clique aqui e veja os detalhes no Roteiro do Site CONCERTO.

Clique aqui para ler a entrevista que o editor-executivo da CONCERTO, João Luiz Sampaio, fez com Arnaldo Cohen

Arnaldo Cohen [Divulgação]
Arnaldo Cohen [Divulgação]