Osesp inicia série dedicada aos “Choros” de Camargo Guarnieri

por Redação CONCERTO 12/03/2019

Depois da edição e gravação das sinfonias de Villa-Lobos, a Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo embarca esta semana em um novo projeto de gravação, dedicado aos Choros do compositor Camargo Guarnieri. O grupo aproveita para apresentar entre quinta e sábado uma seleção das peças, em uma pré-temporada com entrada franca que antecede a abertura oficial do ano, na semana que vem. 

“Camargo Guarnieri usava a palavra choro num sentido livre, que não tem exatamente a ver com a tradição do choro popular. Cada uma dessas peças é um concerto, ou concertino, para instrumento solista e orquestra; e cada uma atesta a habilidade única do compositor para transformar elementos da música popular em material que se presta a abstrações e variações, sem jamais perder a expressão direta”, explica o diretor artístico da Osesp Arthur Nestrovski em entrevista ao Site CONCERTO.

Os Choros serão lançados em dois CDs – o primeiro será gravado agora e o segundo, no ano que vem (os álbuns integram o projeto Brasil em Concerto, parceria do Ministério das Relações Exteriores com a Naxos, a Academia Brasileira de Música e orquestras brasileiras). 

Na quinta e no sábado, serão apresentados o Choro para flauta e orquestra de câmara (com solos de Claudia Nascimento); o Choro para violino e orquestra (com Davi Graton); o Choro para fagote e orquestra (com Alexandre Silvério); e a Seresta para piano e orquestra de câmara (com Olga Kopylova) – o mesmo programa será repetido no dia 16. Já no dia 15, a atração é a música de câmara, com Kopylova, o violinista Emmanuele Baldini e o Quarteto de Cordas da Academia da Osesp. No programa estão uma seleção dos Ponteios para piano (Encantamento, Ponteio nº 45 e Ponteio nº 48), o Quarteto de cordas nº 3 e a Sonata nº 5 para violino e piano.

“Para quem não os conhece, esses Choros prometem ser uma revelação e tanto. Registrados por solistas da própria Osesp, com a orquestra regida por Isaac Karabtchevsky, e com as partituras revistas pelo nosso Centro de Documentação Musical, eles têm tudo para se tornar peças de referência do repertório brasileiro, tocados mundo afora daqui em diante”, diz Nestrovski.

Clique aqui e veja os detalhes no Roteiro do Site CONCERTO

Camargo Guarnieri [Reprodução
Camargo Guarnieri [Reprodução]

Leia mais:
Conheça a temporada 2019 da Osesp

“A redescoberta da música brasileira (entrevista com Gustavo de Sá)”, por João Marcos Coelho