Luiz Fernando Malheiro deixa direção do Theatro Municipal do Rio de Janeiro

por Redação CONCERTO 14/05/2019

O maestro Luiz Fernando Malheiro resolveu deixar o cargo de diretor musical do Theatro Municipal do Rio de Janeiro. Os boatos em torno de sua saída começaram a circular na manhã desta terça-feira, dia 14. Procurado pelo Site CONCERTO, ele respondeu apenas que sua saída “era oficial” e não explicitou os motivos da decisão.

Na tarde de ontem, a situação do Theatro Municipal foi tema de uma audiência na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro. Nela, discutiu-se o contingenciamento de 46% da verba para o teatro, o que representa R$ 45 milhões de um total de R$ 96,1 milhões previstos no orçamento, segundo dados publicados pelo jornal O Globo.

Em sua fala, o secretário de Cultura e Economia Criativa Ruan Lira afirmou que “nem eu nem o governador queremos o desmantelamento do Teatro Municipal”. “Seria maravilhoso ter o corpo artístico do Municipal com pleno funcionamento. Mas como vai pagar? Não tem dinheiro. A realidade é essa”.

As declarações do secretário foram questionadas por artistas e políticos presentes à Assembleia. O deputado Luiz Paulo afirmou que o Municipal “foi considerado o patinho feio da Cultura” do estado e questionou o fato de que o contingenciamento no teatro foi 8% maior do que em outros projetos culturais. O violinista Ayran Nicodemo, representante da orquestra do Municipal, afirmou que “o teatro está funcionando graças aos funcionários e não à administração. Estamos sem água, sem material no banheiro, sem elevadores, sem ar condicionado”.

Questionado se sua saída se deveu ao descontentamento com o corte de verbas proposto pelo governo, o maestro Malheiro não respondeu. Ele assumiu o posto em fevereiro, em uma nova gestão da qual fazem parte André Heller-Lopes, como diretor artístico, e Aldo Mussi, como presidente da Fundação Theatro Municipal. 

Leia mais:

Luiz Fernando Malheiro fala sobre sua saída do Theatro Municipal do Rio de Janeiro 

Luiz Fernando Malheiro [Divulgação]
Luiz Fernando Malheiro [Divulgação]